Agência de Comunicação Gaudí Creative Thinking

NewsEconomia Fandom: A relação entre fãs e entretenimento 

Economia Fandom: A relação entre fãs e entretenimento 


Economia Fandom

Como a dinâmica entre fãs e ídolos se torna negócio.

Que o comportamento do público em relação ao consumo de mídia mudou muito nos últimos anos todos sabemos. Mas como isso impacta a estratégia de marketing das empresas? Essa tendência tem sido chamada de “Economia Fandom” e é sobre isso que nós, aqui da Gaudí, vamos falar um pouco neste post.

Pra começar, o que é fandom? 

A palavra fandom significa, ao pé da letra, fã-clube. Mas podemos atribuir um entendimento um pouco mais amplo. “Fandom” é como os especialistas estão chamando as comunidades, grupo de pessoas que se interessam e se dedicam a um assunto em comum. E fazem isso de diversas formas, em variados níveis de envolvimento e – aqui entra o xis da questão –  por inúmeros canais diferentes.

Arte, música, esportes, e-sports e todo tipo de entretenimento são capazes de movimentar altas cifras e multidões. Este engajamento, palavra que nos acostumamos a usar somente relacionada a curtidas e compartilhamentos, volta com seu poder total: as pessoas querem saber tudo sobre algo, vestir roupas licenciadas com a marca de algo, estão dispostas a pagar assinaturas e apoiar financeiramente seus focos de admiração. 

Entretenimento = business

Esse comportamento traz para os profissionais de marketing e de comunicação um novo desafio. Estudos recentes indicam os fandoms como grande prioridade para o futuro, não só como investimento mas também como fonte de métrica para avaliar o sucesso de iniciativas.

Estimular os fandoms se torna fundamental já a partir deste ano. Isso significa implementar estratégias que necessariamente envolvam criadores dedicados a franquias como, por exemplo, Harry Potter, Star Wars, The Last of Us e afins. Isso pela capacidade de narrativa transmídia que eles oferecem. É assim que anunciantes se tornarão muito mais presentes nos momentos e nos espaços de lazer de seus públicos-alvo.

Destaque para os games

Shows e lançamentos dentro do Fortnite, The Last of Us se tornando uma série de enorme sucesso, streamers se tornando os influenciadores mais bem pagos do mercado. Isso naturalmente não é coincidência, mas reflexo do crescimento que os games tiveram nos últimos anos. Também impulsionados pela pandemia.

O crescimento de nomes como Casimiro e Gaules projetados para fora de suas bolhas mostra o poder da temática gamer como ponte de conexão com comunidades. E junto a esse movimento, vemos estratégias de gamificação usadas de forma positiva por empresas sem conexão direta com o tema.

O que fazer?

O tema é complexo e renderia horas e mais horas de reuniões sem esgotar o assunto. A alternativa é escolher o parceiro certo na hora de planejar campanhas de marketing. Como nós, aqui da Gaudí! 😉

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Somos uma agência de comunicação integrada, que desenvolve ações, intervenções e campanhas pautadas na inovação, produz conteúdo relevante e constrói relacionamentos que proporcionam experiências memoráveis.

Siga nossas redes sociais e conheça um pouco mais sobre nosso trabalho.

Newsletter

    PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com
    Abrir bate-papo
    1
    Queremos te ouvir, de um oi.